quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Dra. Maria Guilhermina, pela faculdade de Sorbone, Paris- França, fala sobre Cléo Borges.

O VÔO AZUL DE CLÉO BORGES
Analisando detalhadamente as telas de Cléo, podemos observar a delicadeza das cores e a suavidade das seguras pinceladas.
Um artista verdadeiro, deixa transparecer naturalmente, na criatividade, as cores e as nuances, as mais profundas, nascidas da alma.
A técnica ensina-se. O talento nasce. A sensibilidade é nata em algumas pessoas e essas pessoas poderão produzir obras de arte.
Mas o talento nao se fecha só na sensibilidade: Ele é criativo.
O artista talentoso ou cria ou interpreta. E nessa interpretação, ele recria o objeto que quer pintar, fixar e eternizar.
Na pintura  de Cléo, que tem um futuro promissor, ela aborda o tema e o interpreta do seu jeito. E é isso que tem valor.
Um Fénix pousa no cosmo absoluto da criação de Cléo.
As figuras humanas criadas pela artista, flutuam da terra para o céu, insinuando, vez por outra, um sentido profundo do "Ar, Terra, Fogo e Agua", elementos da natureza e de nossa formação e sobrevivência (Gaston Bachelard) Filosofo francês.
A artista Cléo Borges, segue o vôo do passaro espiritual e, baila entre nuvens, com suas cores proprias, numa palheta que movimenta as sombras leves, criando o branco das nuvens.
O tema(as figuras) é abordado com segurança. O planejamento das figuras, diluem como cascastas naturais.
Há equilibrio e desenvoltura.
A artista avança sempre.
Ela glacia as cores e delas retira formas variadas.
A artista por vezes, beira o surrealismo figurativo.
A artista deverá cuidar dessa técnica ( eu a chamaria de: "Técnica dos Anjos Azuis") Suave e viva.
É um prazer falar, artisticamente e técnicamente da talentosa Cléo Borges. Eu aposto nela.
"Nunca a matéria lhe parecerá suficientemente trabalhada porque ele (o artista) nunca acaba de sonha-la"(Gasto Bachelard)
A criaçao de uma obra de arte equivale a criação do mundo (Wassily Kandisky)
Prof. Maria Guilhermina, Escultora e Doutora pela Université de Paris Sorbone Paris- Françe
Goiânia, 30 de Julho de 2010

2 comentários:

LUCONI disse...

Olha só amiga, como fico feliz, ao ver que reconhecem a grande artista que você é, parabéns a Dra Maria Guilhermina que soube reconhecer em suas telas uma artista nata, que sabe demonstrar em suas telas, os sentimentos de sua nobre alma, é assim amiga, tudo que é feito com amor resplandece, mais cedo ou mais tarde, beijos Luconi

Magia dos bordados disse...

Cléo, que Deus ilumine seus caminhos e o dom que lhe deu ele nunca deixe-o esvair para que possamos ter a honra de sempre estarmos admirando trabalhos tão belos. Um grande abraço, Algecira Castro